segunda-feira, 30 de março de 2015

Eu me esqueci de valorizar!

Bom, talvez o titulo escolhido não tenha sido o melhor, pois eu estava sem criatividade alguma mas o assunto que escolhi para falar hoje na tag de Sentimentos é valorizar.
Valorizar que no dicionario significa: agregar valor a alguma coisa, dar valor ou reconhecer a importância de algo. Mas não vou usar clichês do tipo "Se não valorizar você vai perder" até porque esse tipo de coisa não se fala por indireta, mesmo em alguns casos isso sendo verdade.
Semana passada eu estava conversando com uma amiga sobre isso de valorizar e é verdade, a gente não sabe valorizar. Fala sério, vai dizer que no começo da amizade entre você e o fulano, vocês eram assim? Meio que, sei lá, normais! 
Se você não entendeu ainda, vou explicar, se você entendeu, que fique mais claro na sua cabeça ainda.
Quando nós iniciamos uma amizade, normalmente ficamos grudados com aquela pessoa e é isso ai, seja porque ela é legal, te faz bem, tudo mais, mas depois de um tempo aquela amizade vira algo comum, não que seja desfeita, nada disso, mas você se acostuma. É assim com objetos também, você queria tanto aquele celular, mas não deu nem dois meses você quer um melhor, porque ele não tem mais tanto valor assim. Tudo bem que pessoas não devem ser comparadas a objetos (algumas bem que mereciam), mas é tudo parecido.
Namoros isso é bem comum também, você é alguém encantador com seu parceiro, até que se acostuma em ter ele e já não age mais como se ele pudesse sair da sua vida, age como se soubesse que ele sempre vai estar lá, lembre-se que ele está ao seu lado não porque precisa, ele ou ela pode sim te abandonar, mas não faz isso porque ainda acha que vale a pena estar contigo, não faça ele pensar o contrário.
Voltando ao assunto. Tudo isso que falei ainda não se restringe só a amigos, namoros e aos objetos, também tem um tipo de relacionamento onde essa questão de não valorizar mais acontece, o relacionamento familiar. Pois é, porque realmente a gente acha que é obrigação deles aguentarem desaforos e tudo mais, mas pensa bem, tem muito pai que abandona filho por ai cara, e o seu te ama tanto que não quis fazer isso.
Acho que é de todo ser humano isso de nem sempre valorizar, a respeito de amizades, se você pensou em você e seu grupinho, tem sempre aquela que você trata como se fosse perder e talvez essa sim você valorize, esse é o diferencial dos melhores amigos. Falei demais, e tudo isso se resume a uma coisa: vamos valorizar e correr atrás de sempre ter ao lado, nossa familia, nossos amigos, nosso parceiro e para terminar com um clichê "A gente só valoriza depois que perde", então valorize para não perder.